segunda-feira, 2 de maio de 2011

Discutir e descutir




Na semana passada, fui vítima de meu próprio veneno. O letrista que presta serviço à Secretaria Municipal de Cultura, da qual sou secretário, escreveu na placa “Vamos descutir a cultura de Araçatuba”. Era um chamamento para a Conferência Municipal de Cultura


Muitas pessoas ligaram ao meu celular, chamando a minha atenção para o erro. Peguei o papel que haviam passado para o Simão, letrista, e o texto estava certinho: “discutir”. No outro dia, o painel estava arrumado, e o Simão chateado. Uma Secretaria da Cultura não pode cometer erros grosseiros, menos ainda quando tem um professor de Português como secretário.

Para quem conhece a história do Simão, o que a vida lhe aprontou, esse erro significa pouco. Como sempre disse que devemos ficar vigilantes ao usar a língua portuguesa, um corrigindo o outro, agradeço os telefonemas. 

11 comentários:

  1. As pessoas nos chamam a atenção por pequenos erros de português, mas são incapazes de ver os erros de sua própria vida. Como diz o título "Errar é umano".

    ResponderExcluir
  2. nao existem "pequenos" erros de portugues. Erro eh erro.

    ResponderExcluir
  3. Se existe uma língua instituída oficial, com suas normas, precisamos entender e fazer uso,podendo assim valorizar o nosso idioma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente!!Infelizmente as pessoas não gostam de ser corrigidas, então que permaneçam no erro, enquanto isso outros vão se dando bem nas redações dos concursos.

      Excluir
  4. Aproveitando devo alertar que a placa está com um exagero visual, isso causa um desconforto na visualização, o letrista utilizou tipo de letras diferentes e cores alternadas, causa uma poluição visual muito grande, nesse caso o letrista poderia fazer um curso para se atualizar nas praticas de uma composição de cartaz ou placa, que atinja o objetivo para o qual foi criado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chamar a atenção era o propósito , não ? kkkkkkkkk

      Excluir
  5. Cuidado Genival. Com esse rigor que julgas alguém. Tu serás julgado.

    ResponderExcluir
  6. Cuidado Rafael que julgas o Genival você também será julgado .Nunca vi uma opinião servir como julgamento, até por que somos livres para dizer o que achamos sobre determinado assunto.

    ResponderExcluir
  7. Muito lúcida a resposta de quem cometeu o erro. Que bom!!!

    ResponderExcluir